Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
 Liga dos Campeoes Municipais

 Liga dos Campeoes Municipais

Futebol pra gosta de Futebol

Joao Carlos Ferreira - Presidente


Total de visitas: 31729
Regulamento Copa Grande Portela

REGULAMENTO DO CAMPEONATO DE FUTEBOL AMADOR

 LIGA DOS CAMPEOES MUNICIPAIS – EDIÇÃO 2011

Copa Grande Portela

 

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

 

Art. 1°- Este Regulamento é o conjunto de obrigações que regem o CAMPEONATO AMADOR DE FUTEBOL DE CAMPO, organizado pela LIGA DOS CAMPEOES MUNICIPAIS –  COPA GRANDE PORTELA.

Art. 2°- Os jogos do Campeonato da LIGA DOS CAMPEOES MUNICIPAIS – Copa Grande Portela, serão realizados de acordo com as regras Nacionais e Internacionais adotadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), pelo

Código Brasileiro de Justiça Desportiva e pelo que dispuser este Regulamento.

Art. 3°- Conhecedores do presente Regulamento, todas as pessoas físicas e jurídicas, que participam das disputas, se submetem sem reservas à todas as suas determinações e disposições e as conseqüências que, pelo seu não cumprimento, deles possam emanar.

Art. 4°- Todos os Clubes e Associações Desportivas e CMDs estarão em condições de participar do evento,desde que possuam um campo com alambrado de medidas mínimas aprovadas e cumpram o exposto pela LIGA.

§ 1º- É vedada a participação de atleta profissional em atividade (Registrado em qualquer federação do país)

§ 2º – Considera-se atleta profissional todo jogador que esta jogando campeonato profissional e ai possua registro junto à qualquer Federação de Futebol do país.

§ 3º – O atleta devidamente inscrito no campeonato, que vier a se profissionalizar durante sua realização, ficará imediatamente impedido de participar dos jogos.

§ 4º- A verificação acerca da regularidade de inscrição de cada jogador compete às equipes participantes do campeonato, às quais caberão promover o correspondente pedido impugnatório ou de protesto.

Art. 5°- É de competência da LIGA a Coordenação do campeonato.

 

DAS FINALIDADES

Art. 6°- O Campeonato regional, tem como finalidade:

a) desenvolver o intercâmbio esportivo entre as equipes participantes do campeonato;

b) proporcionar boas relações entre dirigentes técnicos e atletas;

c) estabelecer uma união segura entre os desportistas;

d) exaltar a prática desportiva como instrumento imprescindível para a formação da

personalidade, fazendo surgir novos valores no panorama regional.

 

DA PARTICIPAÇÃO

Art. 7°- Participarão do campeonato nas categorias Livre e Aspirante, as seguintes equipes:

 

1 –       DOIS PINHEIROS  da cidade de Miraguai

2 –       ABC   da cidade de Tenente Portela

3 –       BRASIL  da cidade de Tenente Portela

4 –       LAZER  da cidade de Tenente Portela

5 –       GAÚCHO  da cidade de Vista Gaúcha

6 –       TIGRE  da cidade de Barra do Guarita

 

Parágrafo Único : Divididos em 02 (dois) grupos que serão os seguintes:

GRUPO 1                                                       GRUPO 2                                          

BRASIL                                                         GAÚCHO

 ABC                                                              LAZER

TIGRE                                                            DOIS PINHEIROS

 

Art. 8°- O campeonato promovido pela LIGA, organizado e coordenado pela Presidência, Diretoria, Comissão Disciplinar, Departamento de Justiça Desportiva, Departamento de Administração, Departamento de Arbitragem.

Art. 9°- As equipes participantes e homologadas pela LIGA deverão entregar a Ficha de Inscrição de Atletas até o dia 26 de Agosto de 2011 (sexta feira), até às 17:30 horas

impreterivelmente.

§ 1º- O limite de atletas para a categoria de Aspirante será de vinte e cinco (25) atletas, sendo que os mesmos devem escritos ate o final da primeira fase.

§ 2º Para Categoria Livre será de vinte e cinco (25) atletas, sendo para todo campeonato e que deverão ser inscritos ate o final da primeira fase. Para cada partida do Campeonato será permitida a utilização de 05 (cinco) atletas da categoria  aspirante na equipe titulares, nenhum atleta inscrito na categoria titulares poderá atuar na categoria aspirante.

§ 3º -  Na categoria livre cada equipe poderá inscrever 04 (quatro) atletas de outro município e não tenha punição em CMDs e Liga e não profissional.

§ 4º - As equipes poderão inscrever os 25 (vinte cinco) atletas ate o final da primeira fase, sendo que a mesma deve acontecer 48 (quarenta oito)horas antes do próximo jogo.

Art. 10°- Cada equipe poderá inscrever 01(um) Técnico, 01(um) Auxiliar Técnico e 01(um) Massagista.

§ Único- A equipe poderá fazer utilização do art.10º desde que os nomes sejam informados a arbitragem no dia do jogo e seus nomes constem na sumula.

Art. 11°- Custos de Arbitragem: 1 – As equipes que mandarem seus jogos em casa

pagarão a arbitragem do jogo.

§ 1º-  As equipes participantes do campeonato que mandarem seus jogos em casa deverão pagar o valor da arbitragem integral, sendo o valor de 01 (um) salário mínimo para os jogos nas 02 (duas) categorias.

3 - O Valor referente a taxa de arbitragem deverá ser pago antes do ínicio de cada partida.

Art. 12°- A equipe que abandonar a competição em qualquer fase, ficará automaticamente impedida de participar de qualquer evento promovido e organizado pela LIGA., pelo período de 1(um) ano, a contar da data do abandono. Igual punição recairá sobre os atletas e dirigentes que estão inscrito se participaram de algum jogo.

§ Único- Fica caracterizado o abandono - ausência da equipe em um (01) jogo.

Art. 13º - A inscrição de atletas, serão efetivadas mediante a apresentação da carteira de Inscrição – modelo próprio fornecida pela LIGA devidamente preenchida e assinada pelo Presidente da LIGA.

1- Para categoria aspirante as equipes somente poderão inscrever atletas que tenham vinculo eleitoral na cidade que representara.

2- O atleta que se inscrever por duas ou mais equipes, o mesmo será automaticamente eliminado da competição, não podendo ainda a equipe prejudicada substituí-lo.

3- Em caso de falecimento, comprovados através de Atestado de Óbito, a equipe poderá substiriur o atleta.

4 – Atletas dos municípios de Miraguai, Tenente Portela, Vista Gaúcha e Barra do Guarita são considerados atletas da Grande Portela e assim jogar por qualquer equipe e não ser atleta de fora.

Art. 14°- Atleta participante do Campeonato da Liga dos Campeões Municipais – Copa Grande Portela a partir do início da competição, poderá participar de outra(s) competição(ões) paralela(s), promovida por qualquer entidade esportiva, exceto campeonatos profissionais.

§ 1° - A equipe que utilizar atleta(s) irregular(res) em qualquer partida válida pelo Campeonato, sujeitar-se-á ao Art 214 do CBJD.

§ 2°- - O(s) Clube(s) que incluir(em), irregularmente o(s) jogador(es), e os mesmo assinar a súmula de jogo, perderão (3 pontos) os quais serao adjudicados em favor de seu adversário que for penalizado com a infração.

- Se a equipe infratora perder o jogo, a vencedora adquire 3 pontos normalmente.

- O placar do jogo será o mesmo para o efeito do critério técnico e classificação

- Os cartões aplicados pelo árbitro da partida permanecerão, não sendo excluídos.

- A equipe que ainda não tiver pontos suficientes ficará com pontos negativos.

- Se a utilização do atleta irregular for na fase eliminatória a mesma será eliminada e automaticamente o adversário classificado.

- Caso equipe infratora se beneficiar com tal ato os atletas presentes na sumula de jogo cumprirão 02 (dois) jogos de suspensão.

- Caso a utilização de atletas irregulares acontecer na fase eliminatória a equipe será eliminada automaticamente.

15º – Técnicos, Aux. Técnicos, Massagistas e atletas somente poderão permanecer no banco de reservas de suas equipes, mediante apresentação da Carteira da Liga para o(a) representante da ARBITRAGEM.

1- No banco de reservas somente poderão permanecer por equipe: Um Técnico, Auxiliar-

Técnico, um massagista e mais atletas suplentes, serão permitidas 07 (sete) substituições para categoria aspirante e 07 (seta) para categoria livre.

2- Além das pessoas descritas no item 1, ficarão no campo de jogo: Mesário(a), Árbitro,

dois (2) auxiliares, Polícia Militar, seguranças da partida e membros da comissão

organizadora – LIGA.

3 - Os jogadores assinarão a súmula na presença do representante da LIGA ou mesário da

Arbitragem, cabendo ao mesmo observar e conferir se as assinaturas dos atletas e conferir a carterinha de inscriçao.

4- Os atletas devem portar suas carteiras de identificação no momento 

da assinatura da sumula para conferencia por parte da LIGA ou mesário, ou carteira de

identidade desde autorizado pela Liga.

5 - O atleta que ira substituir outro jogador, deverá apresentar-se a mesa para receber

autorização de substituição que deverá ser entregue ao Bandeirinha do jogo, e aguardar a

ordem do juiz para sua entrada em campo, após a saída do atleta a ser substituído.

 

                                  DO SISTEMA DE DISPUTA    

 

            O Campeonato Amador de Futebol de Campo, denominado Copa Grande Portela, edição 2011, terá 06 (seis) equipes da região, que jogarão em 02(dois) grupos, sendo os confrontos grupo contra grupo em turno e returno onde se classifica o 1º e 2º  colocado de cada grupo.

 PARAGRAFO 1º - Sendo que para a segunda fase equipes terão uma classificação geral de 1º a 4º.

§ 1° - Para critério de desempate para esta classificação geral terá o seguinte critério :

1º - Saldo de gols

2° - Confronto direto

3º - Numero de vitórias

4º - Gols Pró

5° - Sorteio

 PARAGRAFO 2º - Nas semi finais os confrontos serão :

1º x 4º (denominado jogo 1); 2º x 3º (denominado jogo 2);

 PARAGRAFO 3º - A final será Vencedor jogo 1 x Vencedor jogo 2.

 PARAGRAFO 4º - Os jogos serão de ida e volta, sendo que a melhor campanha na  primeira fase leva o ultimo jogo para sua casa, exceto a final que será em jogo único a cargo da Liga.

PARAGRAFO 5º – Caso termine empatado os jogos decisivos, serão decididos nos pênalti  “5X5”, caso permaneça empate “1X1”até que haja um vencedor.

ART. 16º Todos os jogos serão disputados conforme tabelas e carnes disponibilizados pela Liga, com rodadas em domingo a tarde e se necessário aos feriados  quando designado pela LIGA.

ART. 17º A arbitragem dos jogos do Campeonato será de inteira responsabilidade da LIGA.

ART. 18º Caberá também aos Árbitros e bandeirinhas a fiscalização no uso dos uniformes

das equipes participantes dos jogos, exigir segurança,portões fechados após o inicio dos   jogos e determinar em conformidade com o regulamento quem deve permanecer dentro campo.

 PARAGRAFO ÚNICO – A arbitragem terá toda a autonomia e autorização  da Liga e

 equipes participantes, para relatar e denunciar irregularidades nos jogos, sendo que suas

 sumulas servirão de provas para punição e julgamentos pela “CD e JDD”

 ART. 19º A súmula levará o número correspondente a ordem dos jogos

 do Carnê, o qual poderá ser transferido, mas não alterando o número de ordem do

Carnê.

ART. 20º As súmulas e demais documentos deverão ser devolvidos obrigatoriamente pelo Mesário ou Árbitro ao representante da LIGA, até 24 (vinte e quatro) horas, após a realização das rodadas previstas.

ART. 21º É proibido ao Mesário, Árbitro ou Membro da LIGA, dar conhecimento do que

constar em sumula, a pessoas estranhas ao jogo, a não ser através de requerimento deferido

pelo Senhor Presidente da LIGA.

Art. 22°- A competição será realizada em duas categorias, livre e aspirante.

Art. 23°- Do horário dos Jogos:

1 - Aspirante: Início 13:30 h com 15 minutos de tolerância.

2 – Categoria Livre : Início 15:30 h com 15 minutos de tolerância.

3 – No horário de verão esses horário serão alterados.

 

                           DA INTERRUPÇÃO E SUSPENSÃO DA PARTIDA.

Art. 24°- De acordo com a letra "d" da regra V, o árbitro tem o

poder de suspender definitivamente uma partida (antes ou após o seu início).

Art. 25° - Uma partida somente deixará de ser realizada, ou poderá ser interrompida ou encerrada por um dos seguintes motivos:

            1- falta de garantia de segurança;

            2- conflitos graves;

            3- mau estado do gramado.

            4 – falta de pagamento

            § 1°- O árbitro deverá aguardar pelo menos "trinta" (30) minutos

            para a solução dos problemas que deram origem à interrupção da

            partida e se tal não acontecer, determinará o seu

            encerramento,adotando-se os seguintes critérios:

            1- Se a interrupção nas hipóteses dos itens "1" e "2" se der por

            culpa de uma das equipes

            participantes, ela será considerada perdedora pela contagem de 3 X 0

            (Três a zero), na hipótese de empate ou de estar vencendo a partida;

            2- O resultado do marcador será mantido caso a equipe infratora

            esteja perdendo;

            § 2°- Quando a não realização do encontro for em conseqüência da

            situação prevista no item "3" deste artigo, uma nova partida será

            disputada em dia e local designado pela Comissão Organizadora.

            § 3°- Na hipótese de não terem sido disputados os 4/5 (quatro

            quintos (27' do 2º tempo) a que se refere o § 2°, a partida terá

            continuidade em dia, hora e local determinado pela Comissão

            Organizadora, com a mesma contagem do momento de sua paralisação e

            respectivo tempo de jogo.

            § 4°- Somente poderão participar do novo jogo, nos casos do §

            anterior, os atletas com condição de jogo para a partida anterior, e

            não estejam cumprindo pena disciplinar.

 Art. 26° - Uma partida poderá ser adiada pelo Presidente da LIGA e/ou Comissão Organizadora, por motivo de força maior, mas tal  providência poderá ser tomada até às 11:00 horas do dia do  jogo,quando uma nota será enviada aos meios de Comunicação, que divulgará a mesma a partir das 09:30 horas.

Art. 27° - Com exceção do previsto no artigo anterior, uma partida somente poderá ser adiada, interrompida ou encerrada por decisão árbitro, devidamente justificada em seu relatório.

§ Único- Caso uma partida seja encerrada por falta de número mínimo legal de atletas

determinado pelas regras, a equipe será perdedora, pelo placar de 3x0.

Art. 28º - Em caso de não comparecimento de uma equipe ao local do jogo marcado pela

LIGA a equipe será eliminada do campeonato 2011.

            § 1°- A equipe perdera o jogo por 3x0;

            § 2°- Caso a somente uma das equipes não compareça, mesmo assim a que compareceu e jogou será também eliminada.

            § 3°- Os pontos dos demais jogos serão revertido ao adversário.

 

PROTESTOS

Art. 29° - Os protestos deverão ser dirigido diretamente ao

            Presidente da Liga, em duas (2) vias, e que só poderá ser assinada

            pelo Presidente ou Responsável da equipe.

            § 1°- A petição inicial será liminarmente indeferida pelo Presidente

            da LIGA, se vier desacompanhada da Taxa de R$ 100,00 (cem) reais,

            que será devolvido cem (100%) por cento do valor recolhido a parte

            requerente se procedente a impugnação e, em caso de improcedência, o

            valor não será restituído.

            § 2°- O protesto deverá ser apresentada na LIGA. até 48 (quarenta e

            oito ) horas,  posterior ao jogo.

            § 3°- O processo será acatado pelo Presidente da LIGA, e encaminhado

            a Comissão Disciplinar, que fará o julgamento.

            § 4°- A denúncia conterá a discrição dos fatos descritos na súmula

            pelo árbitro e o nome do infrator ou da equipe.

Art. 30° - A pauta de julgamento dos processos propriamente ditos,

            serão informados pela LIGA e ainda divulgada pelos meios de

            Comunicação, servindo como intimação.

            das decisões da Comissão Disciplinas caberão recursos os quais será

            julgado pela JDD ( junta disciplinar desportiva ) da LIGA, não

            cabendo mais assim recurso em quaisquer instâncias.

Art. 31° - A(s) equipe(s) que não comparecer (em) a 1 (uma) partida,

            perderão por WO, além dos pontos perdidos, e para efeito de contagem

            será conferido o placar de 3 X 0 (três a zero), e ainda seus

            jogadores punidos com 50,00 (cinqüenta) reais o qual devera ser pago

            caso venha participar de alguma competição da Liga.

            § Único- Sendo ainda esta equipe eliminada da competição.

         

DAS PENALIDADES

Art. 32° - Será passível de punição da equipe participante do campeonato, Técnicos, Aux. Técnicos,Massagistas, atletas e dirigentes que infringirem qualquer regra que contrarie as normas adotadas pela C.B.F., C.B.J.D e o presente Regulamento.

            § 1°- Sujeitar-se-á ao cumprimento de suspensão automática e

            conseqüente impossibilidade de participar da partida subseqüente o

            atleta, dirigente, técnico e massagista que na mesma partida

            receber:

            1- 1 (Um) cartão vermelho (expulsão); ou

            2- 3º cartão amarelo dentro da competição.

            Punição na categoria sub 17, não compromete a participação na

            categoria Titulares no mesmo dia. A aplicação da suspensão

            automática independe do resultado de julgamento a que for submetida.

Art. 33° - A contagem de cartões, amarelos e vermelhos, é feito dentro das fase do campeonato, daí os cartões amarelos recebidos na fase classificatória nao serão agregados aqueles que por ventura  vierem a ser aplicados nas fases posteriores,quartas de final, semi-final ou final, para fins de suspensão.Exceto os cartões vermelhos que valera da fase classificatória pra as fases eliminatórias.

            § Único- O controle dos cartões é de exclusiva responsabilidade das

            equipes participantes do campeonato, com fiscalização e determinações da LIGA.

Art. 34° - A expulsão da partida nos casos previstos na legislação esportiva, sujeitar-se-á o atleta ou pessoa ligada à equipe, as seguintes penalidades:

            1. Proceder deslealmente ou inconveniente durante a partida;

            2. Reclamar, por gestos ou palavras, contra as decisões da

            arbitragem;

            3. Ofender moralmente os árbitros;

            4. Desrespeitar, por gestos ou palavras, os árbitros e auxiliares;

            5. Praticar jogada violenta;

            6. Praticar ato de hostilidade contra o adversário;

            7. Praticar vias de fato contra companheiro de equipe ou componente

            de equipe adversária;

            Pena - 1ª Expulsão: 1(Uma) partida de suspensão.

            2ª Expulsão: 2(Duas) partidas de suspensão, após o cumprimento da

            segunda expulsão

            haverá sempre o cumprimento de 2(duas) partidas subseqüentes, até o

            final do campeonato. Praticar vias de fato contra árbitros e membros

            da Comissão Organizadora:

            Pena – Eliminação da Competição.

ART. 35º - O atleta que for expulso de campo ou relacionado em súmula por agressão  física à arbitragem ou integrantes da Comissão Organizadora, sofrerá as seguintes penalidades:

            a)  Será eliminado do Campeonato em andamento e suspenso de todas as

            competições que  LIGA e CMDs  participantes do campeonato vier a

            organizar pelo período de 2 (dois) anos  a contar da data do jogo em

            que foi relacionado.

ART. 36º -  Caso dois ou mais atletas, ou dois ou mais integrantes do banco de reservas,

comissão técnica agredirem fisicamente a arbitragem ou integrantes da Comissão Organizadora da Competição na mesma circunstância de tempo e lugar, sofrerão as seguintes penalidades:

            a) Os jogadores relacionados em súmula serão eliminados da

            Competição em andamento e suspenso por 2 (dois) anos e sua equipe

            será eliminada da competição.

ART. 37º  Caso as agressões físicas por diversos atletas ocorrerem em momentos distintos

durante o transcorrer da partida, aplicar-se-á a punição individual que consta no ART. 35º. ART. 38º Caso ocorra briga generalizada entre duas equipes as mesmas serão eliminadas do  Campeonato 2011 e os atletas serão penalizados conforme artigo 35º e as equipes não participarão dos 02 (dois) próximos campeonatos da Liga.

ART. 39º O atleta que tentar agredir fisicamente a qualquer integrante da equipe de

Arbitragem ou da Comissão Organizadora e não conseguir por motivo alheio a sua vontade

estará automaticamente suspenso por 03 (três) jogos e sua equipe perdera o mando de campo por 01 ( um ) jogo.

ART. 40º Na mesma hipótese do ART. 35º, porém em caso de desistência voluntária do atleta, o mesmo será automaticamente suspenso por 03 (tres) jogos.

ART. 41º O atleta que for expulso de Campo por reclamação contra a arbitragem estará automaticamente suspenso por 01 (um) jogo.

ART. 42º O atleta que for expulso de Campo ou relacionado em súmula por ofensas morais à Arbitragem ou integrante da Comissão Organizadora, estará automaticamente suspenso por 02 (dois) jogos.

ART. 43º O atleta que for expulso de Campo por faltas técnicas  normais do jogo, estará automaticamente suspenso por 01 (um) jogo.

ART. 44º O atleta que for expulso de Campo por cometer jogada violenta atingindo o

adversário, que esteja relacionado em sumula o mesmo será automaticamente suspenso por 02 (dois) jogos.

ART. 45º O atleta que for expulso de Campo por agressão física, revide ou troca de socos,

pontapés com o adversário ou companheiro estará automaticamente esta suspenso por 04 ( quatro ) jogos do campeonato edição 2011.

ART. 46º O atleta que for expulso de Campo por mau comportamento, chutar a bola em

momento inoportuno, provocar o adversário ou a torcida, ofender a torcida verbalmente ou com gestos, será automaticamente suspenso por 02 (dois ) jogos.

ART. 47º O atleta que for expulso de Campo por ofensa ao adversário ou ao companheiro,

estará automaticamente suspenso por 02 (dois ) jogos.

ART. 48º O atleta que for expulso de Campo por troca de empurrões entre companheiros

ou adversários, estará automaticamente suspenso por 02 (dois) jogos.

ART. 49º O atleta que for expulso de Campo por ter cuspido na Arbitragem ou integrantes

da Comissão Organizadora, estará automaticamente suspenso por 03 (três) jogos.

ART. 50º O atleta que for expulso de Campo por ter cuspido no adversário ou companheiro, estará automaticamente suspenso por 02 (dois) jogos.

ART. 51º Componentes do banco de reserva incorrem automaticamente nas sanções nos Artigos 28º ao 43º.

ART. 52º Quando um jogador ou mais for expulso e se negar a sair do Campo, o árbitro determinará 05 (cinco) minutos para sua saída. Não acontecendo, equipe do atleta expulso será considerada perdedora pelo placar de 1X0, ou o placar que a equipe adversária necessitar. 

 ART. 53º Nenhuma equipe tem o direito de se negar a continuar a disputar a partida. Caso isto acontecer, o tempo de espera dado pela arbitragem será de 05 (cinco) minutos, caso não continuar a disputar, em caso da equipe infratora estiver empatando ou vencendo a mesma perderá a partida pelo placar de 3X0.

Parágrafo I : E como punição também a equipe que desistir e  abandonar o jogo em andamento sem motivo aparente, a mesma será eliminada da competição em qualquer fase do campeonato.

Parágrafo II – Em caso de abandono por circunstancias aceitáveis e isto relatado em sumula a equipe terá pena revista e analisada pela comissão podendo não ser eliminada.

Parágrafo III – Para este caso havendo infração do adversário da equipe que abandonou o jogo, a mesma perdera o mando de campo por 02 (dois) jogos.

ART. 54º O atleta ou Membro da Comissão Técnica quando expulso deverá colocar-se no lado de fora da cerca ou dentro do vestiário.

ART. 55º Depois de expulso, atleta ou dirigente que ficar ofendendo verbalmente “LA DE FORA” a equipe de arbitragem ou equipe adversária e for relacionado em sumula esta automaticamente suspenso por (02) dois jogos.

 Parágrafo I : Caso esta ofensa parta de uma equipe em geral após o

 termino do jogo e for  relacionado em sumula, a equipe será advertida e na reincidência             perdera o mando de campo por 01 ( um ) jogo

          

 Parágrafo II : Dirigente ou atleta que ficar ameaçando, incitando a

 violência, intimidando tanto equipe adversária como grupo de arbitragem e for relatado em

 sumula estará automaticamente suspenso por dois (02) jogos e posteriormente  julgado.

ART. 56º Depois de expulso e o atleta estar fora do jogo o mesmo entrar em campo para tentar agredir a arbitragem ou agredir sofrerá a pena do Art. 35º letra “A” e sua equipe

perdera o mando de campo por 01 (um) jogo.

ART. 57º O atleta que for expulso (receber o cartão vermelho) no último jogo de sua equipe pelo Campeonato cumprirá a suspensão no próximo Campeonato de um (01) jogo ou mais se houver necessidade.

ART. 58º O atleta que receber três (03) cartões amarelos em jogos diferentes pelo Campeonato, estará automaticamente “suspenso” da próxima partida de sua equipe.

ART. 59º O atleta que receber cartão amarelo no jogo, e posterior o  “vermelho”, anula-se o amarelo, prevalecendo o vermelho.

ART. 60º O atleta expulso não poderá disputar a próxima partida, independente de julgamento pela “CD”, que poderá lhe impor pena maior.

ART. 61º As Infrações Disciplinares de Atletas, Dirigentes e Clubes que possam ocorrer no decorrer dos jogos e Campeonato será julgado pela “CD” (Comissão Disciplinar e Junta Desportiva Disciplinar ), que será constituída por 03 (três) e 05 (cinco) pessoas

Respectivamente, escolhida pela Liga, a julgar e punir,  obedecendo sempre o Regulamento do Campeonato e o Código Brasileiro Disciplinar de Futebol “CBDF”.

 Parágrafo Único: A liga convocara os membros sempre que houver necessidade de  julgamentos, em numero impar.

ART. 62º A equipe que passar do limite da esportividade, com agressões, violência,intimidação, não haver segurança nos jogos e for relatado em sumula, na primeira ocorrência pagara multa de R$ 100,00 .(cem) reais a Liga e passar a ter de usar segurança particular, e na reincidência será excluído do campeonato 2011.

 § Único: Jogar objetos na equipe adversária, arbitragem e no campo  durante o andamento do jogo a equipe infratora perdera o mando de campo por um jogo.

ART.63º  Caso for relatado por parte da arbitragem coação ou tentativa de tirar proveito no ato do pagamento no dia do jogo, a equipe começara então a ter que pagar a arbitragem 04 (quatro ) dias antes e perdera o mando de campo por 01 ( um ) jogo.

            

                                       DA CLASSIFICAÇÃO

Art. 64º – Para efeitos de classificação, a contagem de pontos será a seguinte:

            Vitória.......................... 3 pontos

            Empate........................ 1 ponto

            Derrota ou ausência... 0 ponto

             § 1º – Ocorrendo empate na classificação, entre duas equipes,

            empregar-se-ão os seguintes critérios:

            1) – confronto direto

            2) – maior número de vitórias

            3) – maior saldo de gols

            4) – maior número de gols pró

            5) – menor número de cartões vermelhos

            6) – menor número de cartões amarelos

            7) – sorteio

            Caso o empate ocorra entre três ou mais equipes os critérios de desempate será com os seguintes critérios :

            1) – maior número de vitórias

            2) – maior saldo de gols

            3) – maior número de gols pró

            4) – menor número de cartões vermelhos

            5) – menor número de cartões amarelos

            6) – sorteio

            § 2º : Na fase semi final, o critério de desempate será por saldo de     

            gols simples,

            § 3º : Em caso de empate em vitórias e saldo de gols, o vencedor

            será conhecido em penalidades máxima.

Art. 65º – Ocorrendo empate no final de um jogo que seja necessário apontar um vencedor,será adotado o critério de cobranças de tiros da marca penal, segundo estipulado pela regra do jogo.

            Parágrafo único – Cobrança de uma série de cinco pênaltis,alternados, por cinco atletas

            diferentes, desde que tenham permanecido em campo até o final do

            jogo; persistindo o empate, serão cobrados tantos quantos pênaltis

            forem necessários, alternadamente, por atletas diferentes, desde que

            tenham permanecido em campo até o final do jogo, até que uma equipe

            possa se dar declarada vencedora; antes que um atleta que já tenha

            batido um pênalti repita-o, os demais componentes da equipe que

            tenham permanecido em campo até o final do jogo, inclusive o

            goleiro, deverão tê-lo feito.

                                                 DA PREMIAÇÃO

Art. 66° - A premiação do Campeonato da Liga dos Campeões Municipais 2011 – COPA GRANDE PORTELA, será:

            - CAMPEÃO CATEGORIA LIVRE – Troféu, medalhas e 10 (dez) caixa de cerveja;

            - VICE CAMPEÃO CATEGORIA LIVRE – Troféu e medalhas.

            - CAMPEÃO CATEGORIA ASPIRANTE – Troféu e medalhas.

            - VICE CAMPEAO CATEGORIA ASPIRANT – Troféu e medalhas.

            - GOLEIROS MENOS VAZADOS– Troféu

            ARTILHEIROS – Troféu

            EQUIPE DISCIPLINA – Troféu.

           ATLETA DESTAQUE - Trofeu

           

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 67° - Os participantes do Campeonato Copa Grande Portela - vinculados, direta ou indiretamente às equipes, deverão respeitar os princípios disciplinares exigidos por este Regulamento.

Art. 68° - Fica estabelecido que a equipe que não conseguir requisitar "Força Policial" para seus jogos, deverá indicar no mínimo, 06 (seis) pessoas responsáveis que atuarão como segurança dos árbitros, auxiliares representantes da LIGA. E ainda atletas. Caso o(s) segurança(s) agredirem algum dos membros citados anteriormente, a equipe que os nomeou, perderá três (3) pontos,desde que provada a culpa do(s) segurança(s).

Art. 69° - Técnicos, Aux. Técnico , Massagistas e atletas, estão sujeitos as se penalidades:

            1- Advertência por cartão amarelo;

            2- Expulsão da partida;

            3- Suspensão por tempo indeterminado;

            4- Eliminação da competição.

Art. 70° - Após cada partida, o arbitro deverá preencher a súmula de  jogo com respectivo relatório e o documento onde são registrados os  detalhes e incidentes da partida. Uma súmula falha ou omissa, acarretará sérios problemas para o árbitro (CapV – Das Infrações dos Árbitros, Auxiliares e Delegados)e para o próprio futebol. É muito importante relatar os

acontecimentos com fidelidade, em redação correta.

Art. 71° - Fica estabelecido que a equipe quando mandatária (equipe

a esquerda da tabela), doará para os árbitros, auxiliares e representante da liga, 03 (tres) garrafas de 500ml de água mineral, de acordo com solicitação dos mesmos.

Art. 72° - Os números estampados nas costas das camisas deverão ser visíveis e com contraste da cor da camisa.

Art. 73° - As equipes inscritas no presente campeonato, pagarão TAXA  DE INSCRIÇÃO, no valor de R$ 500,00 (quinhentos) reais

Art. 74° - Atleta que não tiver a carteirinha da Liga e não estar autorizado pela Liga pra jogar, estará expressamente proibido de entrar em campo; ou seja em caso de participação  do atleta e o mesmo seja relatado em sumula e denunciado sua equipe perdera o jogo por (2x0).

Art. 75º - Nas competições, a equipe visitante (direita da sumula) trocará de camisa em caso de coincidência.

Art. 76° - A equipe sede deverá fornecer no mínimo 03(três) bolas oficias, em condições de jogo, para realização da partida.

Art. 77° - É vetado a participação do atleta que não estiver com seu nome constando na sumula do jogo.

ART. 78º As despesas de viagem e estadias de atletas e dirigentes serão de inteira responsabilidade dos mesmos.

ART. 79º Em caso de lesão ou qualquer dano pessoal ou material será de inteira

responsabilidade do Clube ou atleta, a Liga dos Campeões Municipais “LIGA” não se

responsabilizara por qualquer ocorrência que por ventura venha acontecer durante os jogos.

ART. 80º A Liga dos Campeões Municipais “LIGA” como órgão promotor dos eventos Esportivos aplicara as medidas cabíveis para fazer cumprir as determinações do presente Regulamento, e as disposições emanadas do Departamento Disciplinar Desportiva “DDD”,combinada com o Código Brasileiro Disciplinar de Futebol “CBDF”, procurando por todas as formas de seu alcance, garantir o normal desenvolvimento do Campeonato, coibindo por todos os meios legais, atos atentatórios à moral e a Disciplina Desportiva, praticada por Atletas, Técnicos, Dirigentes, Funcionários, Árbitros, Auxiliares de Linha e Associados deste Regulamento.

            Parágrafo Único : Os membros da Liga poderão efetuar denuncias a atletas ou equipes por  irregularidades nos jogos que estiverem presentes e aplicar as  devidas punições, que serão aplicadas após a reunião da LIGA e ciência da punição pelo clube.

ART. 81º Os casos omissos a este Regulamento, serão decididos pelos membros Da Liga

dos Campeões  Municipais  “LIGA” e “CD” Comissão Disciplinar e “JDD” Junta Desportiva Disciplinar.

ART. 82º - As regras de disputa, desempates, classificação, confrontos e punições constante neste Regulamento serão atribuídas tanto para a Categoria Livre quanto para a Categoria Aspirante.

            Parágrafo 1º : Os jogos de semi finais da Categoria aspirante, acompanharam a categoria Livre conforme determinado pela Liga antecipadamente.

     ART. 83º - A equipe que criar problemas na casa do adversário e vier a repetir na sua

casa perdera o mando de campo por um jogo e será julgado pela Liga.

     Parágrafo 2º : A equipe que não cumprir a determinação da Liga, para suspensão de dirigentes e atletas perdera o mando de campo por 01 (um) jogo e posteriormente          julgado.

ART. 84º A equipe que utilizar atleta irregular e vier a ser denunciado, perdera os pontos

do jogo e terá o atleta excluído do campeonato.

 Parágrafo 2º  : O atleta que estiver protocolado e apto a jogar pela Liga, mesmo assim for denunciado e comprovado a denuncia, ocorrera em penalidades estabelecidas nesse regulamento.

ART. 85º – A equipe que retardar o inicio do jogo por vontade própria após os 15 (quinze)

minutos de tolerância e relatado em sumula pagara multa de R$ 10,00 ( dez) reais por minuto.

ART. 86º - A equipe que não dispor dos seguranças exigidos no regulamento e for relatadoem sumula, na reincidência pagara multa de R$ 25 ( vinte cinco) reais a Liga. Que deve ser pago antes do próximo jogo. Não havendo pagamento a equipe perdera o mando de campo do jogo.

§ 1º - Neste caso que a equipe da casa não consegui dar segurança a arbitragem e ao jogo e relatado em sumula a mesma passara a pagar segurança particular que será indicado pela Liga.

ART. 87º - O cartão vermelho, suspensão por 03 (três) cartão amarelos que atletas e dirigentes levar custara 10,00 (dez), que devera ser pago a Presidência ate o próximo jogo que o mesmo estiver liberado pra disputar, com o não pagamento o atleta ou dirigente continuara suspenso.

ART. 88º - A equipe que comparecer somente com uma equipe para disputar a partida indicada na tabela, a equipe infratora será eliminada da competição com as duas equipes e pagara multa de 200,00 (duzentos) reais para poder participar de novas competições da Liga.

ART. 89º - Fica a Liga com toda a autonomia para fazer cumprir o regulamento e em casode alguma equipe recorrer a punição fica o julgamento a cargo da  “CD” e “JDD”.

ART. 90º - Este regulamento será assinado por todos os membro e responsável de equipe como forma de autorização e ciência das regras acima citadas.

Art. 91° - Os casos omissos no presente Regulamento, serão resolvidos pela LIGA.

Art. 92º - A Presidência da Liga tem autonomia de eliminar atletas, dirigentes e equipes do campeonato, que não estejam agindo de acordo com o estabelecido e com esportividade. 

Art. 93° - As  equipes devem apresentar a Liga 02 (dois) cheques no valor de 250,00 (duzentos e cinqüenta) reais, como forma de “cheque caução”.

Art. 94º - Cada equipe deve fornecer uma foto 3x4 do atleta inscritos e comissão técnica para a carteirinha de identificação e que custara 1,00 (um) real cada.

Art. 95º - A final da Liga dos Campeões – COPA GRANDE PORTELA 2011 será disputada em uma única partida que será designada juntamente com os finalistas e de coordenação da Liga.

Art. 96º - As equipes abaixo assinam como forma de conhecimento e aprovação deste regulamento:

                  1 - ABC

                  2 - BRASIL

                  3 - DOIS PINHEIROS

                  4 - GAÚCO

                  5 - LAZER

                  6 - TIGRE

            

            JOAO CARLOS CARDOSO FERREIRA - Presidente

            Site : www.ligacammunicipais.no.comunidades.net

           Email : liga.dos.campeoes.municipais@hotmail.com

Criar um Site Grátis Incrível | Criar uma Loja online Grátis | Sites Grátis | Free Websites | Wordpress e Prestashop Grátis